page header

O tratamento de superfície é parte integrante do design de componentes. De automóveis e aviões, a máquinas de lavar e joias, proteger a superfície tem sido o principal objetivo da Coventya. Uma das chaves para proteger certos acabamentos, como zinco, ligas de zinco ou alguns substratos, como o alumínio, é o uso de revestimentos de conversão. Ontem, isso era feito com soluções a base de cromo hexavalente, muitas vezes chamado de “cromato”. Hoje, os processos ambientalmente seguros e sustentáveis ​​baseados em cromo trivalente são chamados de “passivadores” e já percorreram um longo caminho desde quando foram introduzidos pela primeira vez.

O processo de conversão é simplesmente uma reação entre a camada de base metálica ou depósito metálico (por exemplo, zinco ou zinco-níquel) e uma solução ácida geralmente contendo íons de cromo trivalente. A complexidade dessa reação requer criatividade, intuição e trabalho duro para manter constantemente o equilíbrio entre as demandas da aplicação desafiadora e as exigências de um mundo muito eco consciente.

A Coventya foi pioneira na introdução de revestimentos de conversão de cromo trivalente no mercado europeu, ganhando uma das primeiras aprovações automotivas para esse processo na OPEL em 1997. Pouco tempo depois, a COVENTYA e nossos parceiros internacionais lideraram a indústria, introduzindo nano passivadores e Top-Coats dedicados para aplicações de alto desempenho, que levaram os cromatos tóxicos ainda mais para o esquecimento.

Em 2007, a Coventya fez isso novamente introduzindo um passivador de camada espessa (LANTHANE 316) que, em contraste com os processos anteriores, não exigia que a solução do processo fosse aquecida. Este produto inovador foi outra grande vitória para o nosso planeta, que eliminou cerca de sete toneladas de emissões de CO2 por ano, para cada 1000 Litros de solução operacional.

Nos últimos dez anos, a Coventya deu continuidade a esses esforços, introduzindo um amplo portfólio de passivadores isentos de cobalto, marcado por “CF” no nome da marca. A eliminação de cobalto é desejada devido à natureza perigosa (SVHC) de vários sais de cobalto e também devido à escassez de cobalto causada pela crescente demanda em baterias de veículos elétricos. A Coventya foi um dos primeiros, senão o primeiro fornecedor a oferecer uma gama completa de passivadores sem cobalto para todas as aplicações. Esses esforços já estão entregando resultados para nossos clientes com aprovações da Ford (S450B) e da GM (GMW4700).

O foco da COVENTYA vai muito além da ecologia e inclui os benefícios econômicos e o lado da qualidade da tecnologia de passivação. Ao abordar contaminações metálicas, que normalmente limitam a vida útil de um passivador, a COVENTYA oferece opções de formulações, projetadas para reduzir o ataque de Zn e Fe, bem como tecnologias de purificação para remover essas impurezas. Ambas as abordagens trabalham juntas, mantêm o custo sob controle e oferecem qualidade confiável.

É claro que para a indústria de tratamento de superfícies que os revestimentos de conversão inovadores e ecológicos estão no DNA da Coventya. Para nossos clientes e valiosos parceiros OEM, isso traz conforto, sabendo que os desafios futuros serão atendidos enquanto fazemos o que é certo para o planeta.

 

Volta
Compartilhe este artigo:

Você pode também estar interessado em